CALMA: é o que o todos precisam…

O mundo está em ebulição devido à pandemia do novo Coronavírus. Esse vírus está entre nós e se adapta ou muta de forma espantosa. A pandemia é trágica e mudou completamente o modo de agir, pensar e planejar de todos nós.

O segmento de Turismo sofre amargamente. Profissionais, empresários da área, equipamentos e destinos turísticos reinventam-se diariamente. Buscam manter seus empregos, negócios e locais turísticos em funcionamento, na expectativa de que, em um curto espaço de tempo, voltarão aos patamares pré-pandêmicos.

Temos observado um retorno modesto das atividades do setor de turismo. Aos poucos viagens a lazer e negócios têm sido realizadas. Todos, claro, respeitando os protocolos sanitários já estabelecidos. Na sociedade há uma percepção geral, apoiada em estudos científicos confiáveis, de que, à medida que avança o processo de vacinação, o contágio diminui.

A redução da contaminação gera maior segurança sanitária em todos os elos da cadeia produtiva do setor de turismo e eventos. Isso nos leva a acreditar que o turismo vai, sim, operar durante a pandemia, sempre de acordo com os protocolos sanitários. Porém, com uma atuação limitada e dependente da evolução do processo de vacinação da população.

Claro está que a pandemia não acabou. E os especialistas dizem que vai demorar a acabar. A sociedade e a ciência lutam contra um vírus mutante. Mas as restrições pela contenção do contágio, totalmente justificadas no pico da crise pandêmica, hoje tendem ao arrefecimento.

Assim, já se observa o retorno gradual das atividades do setor, a exemplo das viagens de curta duração realizadas por famílias para destinos domésticos. O mesmo ocorre nos mercado das viagens a negócios, entre outros nichos que movimentam uma cadeia produtiva importante, promotora de renda e riqueza em âmbito local, regional, nacional e internacional, de forma sustentável.

Pensando além dos fatores econômicos, mas também na saúde emocional e mental das pessoas, sejam empresários, profissionais do turismo e o turista, é fato indiscutível que o ser humano vive em sociedade e é relacional. O contato, a convivência com o outro e a formação de vínculos são importantes para seu desenvolvimento emocional e preservação da saúde mental. É fundamental, portanto, manter e ter contato com outras pessoas de forma presencial, construindo relacionamentos vivos e saudáveis.

A Skål Internacional sempre proporcionou, de maneira bem especial e própria, o convívio fraterno entre seus membros, em âmbito global. Ao organizar e realizar encontros, promover eventos, difundir informações, sinalizar tendências, trocar experiências e compor redes de network ao redor do mundo, em pleno Século XXI, a mais longeva entidade do trade turístico está conectada em tempo real.

De maneira transversal todos interagimos referenciados por valores contidos no brinde simbólico de origem escandinava. S undhet (Saúde); K arlek(Amizade); A lder (Longa Vida) e L ycra (Felicidade) sintetizam o desejo sincero de bem-estar ao próximo. A cultura da empatia faz com que todos ganhem qualidade de vida.

É necessário preservar essa riqueza de valor humano e utilizar o que de melhor nos oferece a tecnologia. Na mobilidade corporativa ou logística de transporte para eventos, área em que atuo como empresário, além da qualidade dos veículos, uma das regras do segmento é o motorista interagir com o passageiro somente quando solicitado; ser discreto e manter silêncio. Essas orientações são primordiais para uma boa experiência durante o trajeto. Esse é o nosso lema.

Sempre reforçamos, aos motoristas e coordenadores; que o silêncio é um ótimo padrão de atendimento. Ter calma e bom senso para saber em que situações se espera ou se considera adequado falar são condições fundamentais para uma prestação de serviço positiva. Ou seja: empatia. Saber se colocar no lugar do outro e buscar propiciar a ele a melhor experiência.

Para tanto, saibamos praticar a calma e usufruir do silêncio, com firme propósito de entender melhor o que fazer. Sair da insana agitação provocada por inúmeras lives; sermos mais seletivos no ambiente digital e dedicar tempo à reflexão.

Algo me falta ou me é necessário neste momento?

Precisamos parar e buscar a transformação e o desenvolvimento pessoal diante de uma sociedade acelerada. Só assim será possível praticar o discernimento no que diz respeito à saúde mental e emocional de todos nós, atualmente muito afetadas pelas circunstâncias.

Calma é a palavra-chave. Recomendo: reflitam ao som dessa canção, que trata exatamente sobre essas questões que tanto nos afligem. Acesse o link seguro abaixo e ouça.

O Mundo precisa de pausa. Intérpretes: Grupo Vocal Masculino e Orquestra da Comunidade Evangélica de Venâncio Aires/ RS.

Compositor: Vicka. Disponível em: https://youtu.be/VBhNgaHqzhA Acesso em: 19 maio 2021.

Artigo escrito pela skalega: Auro Nardelli Wandermüren

Foto: Pexels

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também

Skål International awardees at CONNECT 2020

Mulheres do Skål International recebem prêmios internacionais

Oito mulheres do Skål International recebem prêmios internacionais na CONNECT Travel Conference. Na recente CONNECT Travel Conference, um encontro das principais empresas de turismo e compradores de viagens, o encontro da indústria foi destacado por duas sessões notáveis.
These days in Tourism sector there is just about one topic - Skal International

Hoje em dia, no setor de Turismo, há apenas um tópico

Nosso setor está enfrentando uma das maiores ameaças já vistas A pandemia COVID-19 colocou o mundo inteiro em alarme, mas sem dúvida, a indústria do Turismo, mais do que qualquer outra, está tendo um impacto terrível. Todos nós estamos passando por momentos muito difíceis, tanto pessoalmente quanto nos negócios.
Skål International Sustainable Tourism Awards 2020 Jury and Participants

Skål International Sustainable Tourism Awards 2020: Júri e participantes

O ano desafiador que o mundo está enfrentando não tem sido um obstáculo para o sucesso contínuo dos Prêmios de Turismo Sustentável. Em sua 19ª edição, foram recebidas 44 inscrições de 23 países para competir nas nove categorias disponíveis.